Deputado federal filia-se ao PTB


22/09/2003 19:40

Deputado federal Salvador Zimbaldi assina filiação ao PTB (à esq., deputado estadual Campos Machado)<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/hist/filiacao220903.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

Da assessoria da Liderança do PTB

Em ato realizado nas dependências do plenário Franco Montoro, na Assembléia Legislativa de São Paulo, nesta segunda-feira, 22/9, o deputado federal Salvador Zimbaldi ingressou no Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), que passa a ter agora 54 parlamentares na Câmara Federal.

Zimbaldi, que deixou o PSDB, representa a Renovação Carismática Católica. Nas últimas eleições, obteve 199.930 mil votos e é considerado, em Brasília, um dos mais atuantes deputados por São Paulo, tendo como base eleitoral a macrorregião de Campinas, no interior do Estado.

Ao assinar a ficha do PTB, Salvador Zimbaldi afirmou que quer "participar intensamente do crescimento, que é notório, de um partido que tem como base principal, além do trabalhismo, a amizade e a fidelidade entre os seus filiados, sem imposições de cima para baixo". Presente à cerimônia, o deputado estadual Carlinhos de Almeida (PT) enalteceu a forma como o deputado Campos Machado, líder estadual do PTB, vem conduzindo as amarrações políticas de seu partido, visando às próximas eleições municipais, e responsável pela filiação de Zimbaldi. "Não tenho dúvida de que Campos Machado é um construtor de partido", disparou o deputado petista.

Ao saudar a nova filiação ao PTB, seu líder, Campos Machado, disse: "a família trabalhista está honrada com a presença de Zimbaldi na nossa agremiação, e assim realizo um sonho que começou há 5 anos".

O PTB, que nos últimos meses filiou representantes em níveis federal e estadual, das Igrejas Assembléia de Deus e da Igreja do Evangelho Quadrangular, mostra-se um partido aberto ao receber, também, um dos mais importantes representantes da Renovação Carismática Católica. Na Câmara Federal, esse pluralismo no PTB é claro. Dos 54 deputados, pelos menos 14 são evangélicos. Na Assembléia Legislativa paulista, dos 12 deputados, 6 são evangélicos. "O PTB quer que a religião, de uma maneira geral, se sirva do partido, e não o nosso partido se sirva da religião", afirmou o deputado Campos Machado, que entende importantes essas alianças para que o PTB possa identificar-se como um partido com ações sociais". "O PTB é responsável por várias conquistas para o trabalhador no país, entre elas: A Carteira de Trabalho, o 13º Salário, o Voto da Mulher etc.", lembra CamposMachado.

Participaram, também, da cerimônia de filiação na Assembléia, os deputados estaduais Coronel Ubirantan, Marcelo Bueno e Paschoal Thomeu, os deputados federais Nelson Marquezelli e Arnaldo Faria de Sá. Compuseram a mesa, entre outros, Manoel Felismino dos Santos e Pedro Rovida, ambos Secretários da Renovação Carismática Católica.

cmachado@al.sp.gov.br