Prefeito de Limeira apresenta demandas para a cidade em reunião sobre Orçamento 2011

Audiência Pública LOA 2011 - Limeira
10/06/2010 20:30

Compartilhar:

 <a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/06-2010/LIMEIRA2.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Audiência pública para debater a aplicação do Orçamento estadual 2011<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/06-2010/LIMEIRA1.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Gruta de Limeira<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/06-2010/GrutadeLimeira.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Farid Zaine, Silvio Félix, Otoniel Lima, Mauro Bragato, Enio Tatto, Elza Tank e Sergio Baltazar<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/06-2010/LIMEIRA3.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

A prioridade é segurança pública, além de melhorias viárias



Com a presença do prefeito Silvio Felix, que apresentou as demandas de Limeira, a Comissão de Finanças e Orçamento realizou nesta quarta-feira, 9/6, na Câmara da cidade, mais uma audiência pública para debater a aplicação do Orçamento estadual 2011. A mesa de trabalhos, presidida por Mauro Bragato (PSDB), contou ainda com a presença dos deputados Enio Tatto (PT) e Otoniel Lima (PTB), e dos vereadores de Limeira Farid Zaine e Elza Tank, e de Cordeirópolis, Sérgio Baltazar.

Felix priorizou como demandas mais recursos para fornecimento de merenda escolar, maior efetivo para a Polícia Militar e melhor infraestrutura para a Civil, além de novos acessos nas rodovias que cortam Limeira, o que inclui ampliar o anel viário local. Também preocupado com o tema segurança, o representante de Limeira no Parlamento paulista, Otoniel Lima, afirmou que a Polícia Militar na cidade merece mais atenção, com a instalação de uma sede para a 5ª Companhia da PM.

Elza Tank sugeriu que os vereadores tivessem mais facilidade em fazer solicitações para seus municípios na Assembleia Legislativa, junto aos deputados.



Reivindicações regionais



Os participantes apresentaram diversas reivindicações como construção de marginais na rodovia Anhanguera, prédios próprios para delegacias, ampliação de galerias pluviais em Limeira, incentivo ao esporte como atividade de inclusão social, passarela na rodovia Limeira-Iracemápolis, manutenção prévia de estradas rurais, aparelhamento e mais recursos humanos para o Corpo de Bombeiros, reforma de escolas estaduais, construção de hospital psiquiátrico para atendimento de dependentes químicos (em Limeira), reativação do transporte ferroviário e recuperação da estrada Limeira-Cordeirópolis.

Para Cordeirópolis, houve solicitações de anel viário, escolas técnicas, um centro de atendimento à mulher vítima de violência e ampliação do saneamento básico.

Vinhedo também esteve representada, com o pedido de melhor distribuição do ICMS que possibilite maior repasse de recursos do Estado aos municípios.

Na mesma linha de pensamento, Tatto, em sua manifestação, criticou a distribuição do Orçamento no Estado atualmente, que, para ele, é muito injusta, uma vez que acabam sobrando muitos gastos para os municípios.



Limeira



Localizado a 145 km a noroeste da cidade de São Paulo, o município de Limeira nasceu a partir da construção, em 1826, de uma estrada feita para escoar a produção dos engenhos da região. Nas margens da estrada, que passava nas terras do capitão Pedro Gonçalves Alcântara, surgiu a freguesia da Nossa Senhora das Dores do Tatuibi, oficializada em 9 de dezembro de 1830 por lei provincial. Elevada à categoria de vila em 1842, a localidade tornou-se cidade em abril de 1863. A exploração agrícola das terras de Limeira começou com o plantio da cana-de-açúcar, passando para a produção de café no fim da década de 1820.

Com a crise de 1929, a cafeicultura foi sendo abandonada e novas culturas apareceram, entre elas a de laranja, fazendo a cidade ser conhecida como a capital da laranja na década de 60. Atualmente, a cultura predominante no local é a cana-de-açúcar, seguida da cultura de legumes e verduras. Após a 2ª Guerra Mundial, com o incentivo ao desenvolvimento da indústria automotiva, surgem a Freios Varga, atual TRW, e a rodas Fumegalli, atual Arvin Meritor.

O parque industrial limeirense passou a se expandir a partir da década de 1970, abraçando empresas multinacionais. É instalado no município a japonesa Ajinomoto; a Fumagalli se funde ao grupo americano Rockwell em 1974 e a Freios Varga ao grupo inglês Lucas em 2000. Atualmente, o setor de jóias folheadas a ouro tem tido lugar de destaque, sendo que a cidade responde por quase metade da produção do setor no Brasil, exportando o produto para todo o mundo.

A região de governo de Limeira compreende os municípios de Araras, Conchal, Cordeirópolis, Iracemápolis, Leme, Limeira, Pirassununga e Santa Cruz da Conceição