Autor da Bíblia doada ao Papa é convidado especial da Bienal de Florença


16/07/2007 16:21

Compartilhar:

Emanuel von Lauenstein Massarani e Carlos Araújo <a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/03-2008/carlos araujo.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Bíblia entregue pelo governador do Estado José Serra ao papa Bento XVI por ocasião de sua recente visita ao Brasil<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/03-2008/Biblia Citacoes 2.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

O artista Carlos Araújo, autor das pinturas que ilustram a Bíblia entregue pelo governador do Estado José Serra ao papa Bento XVI por ocasião de sua recente visita ao Brasil, acaba de ser convidado para participar oficialmente da sexta edição da Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Florença (Itália).

O crítico Emanuel von Lauenstein Massarani, superintendente do Patrimônio Cultural da Assembléia Legislativa que acaba de regressar de recente reunião com o presidente e o comitê organizador da próxima bienal, entregou ontem ao consagrado pintor paulista a carta convite para sua participação assinada pelo professor Pasquale Celona, presidente daquela entidade.

Na mesma ocasião, Carlos Araújo, que tem quadros no acervo do Museu de Arte do Parlamento de São Paulo, recebeu da Bienal de Florença um diploma de reconhecimento especial pela obra realizada no decorrer de 30 anos, bem como uma benção do papa.

Na terra de Lorenzo Dei Médici, grande protetor das artes e da cultura no renascimento, o artista deverá expor na Fortezza da Basso cerca de 20 telas especialmente escolhidas que serão apresentadas na Bienal em première mundial. O conjunto pictórico deverá ser apresentado a seguir em museus e locais de prestígio na Europa.

A edição em português da nova Bíblia Ecumênica deverá ser lançada no Brasil em outubro próximo e terá apresentações do arcebispo monsenhor Mauro Piacenza, presidente da Comissão Pontifícia para os Bens Culturais e Arqueológicos do Vaticano, do bispo dom Emilio Pignoli, da Diocese de Campo Limpo e de Emanuel von Lauenstein Massarani, presidente do Instituto de Recuperação do Patrimônio Histórico no Estado de São Paulo.

No próximo ano deverá ser publicada uma versão em italiano da Bíblia reunindo as 800 telas de Carlos Araújo