Salário mais digno para os policiais militares


18/02/2008 17:28

Padre Afonso Lobato, presidente da frente de apoio ao Vale<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/03-2008/PADRE AFONSO SALARIOS.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

O deputado Padre Afonso Lobato (PV) quer que o governo do Estado melhore as condições salariais dos policiais militares incorporando as gratificações à remuneração mensal. A reivindicação será apresentada ao governador José Serra pela Frente Parlamentar de Apoio aos Municípios do Vale do Paraíba, Litoral Norte, Serra da Mantiqueira, em audiência na próxima quinta-feira, 21/2, às 18h30, no Palácio dos Bandeirantes. Instalada em julho do ano passado na Assembléia Legislativa por iniciativa do deputado Mozart Russomanno (PP), a frente é presidida por Padre Afonso e formada pelos deputados Aloísio Vieira (PDT), Antonio Carlos (PSDB), Carlinhos de Almeida (PT), Luiz Carlos Gondim (PPS) e Marco Bertaiolli (DEM).

A primeira ação da frente, em 2008, foi a realização de oito audiências públicas para discutir as questões de segurança pública e também de transportes na região. As principais carências desses setores serão apresentadas na reunião com o governador. Uma delas é a recuperação de vicinais, como a SP-68, no Vale Histórico, e a SP-50, que liga São José dos Campos a Monteiro Lobato. Na área de segurança pública, as necessidades apontam para o aumento de efetivo das polícias Militar e Civil, além de equipamentos e melhores salários.

Na questão salarial, Padre Afonso destaca a necessidade urgente de incorporar as gratificações por localidade aos salários dos policiais militares para acabar com a polêmica em torno do benefício. Essa gratificação, denominada AOL (Adicional Operacional de Localidade), é mensurada conforme o número de habitantes de cada município. Dessa forma, o benefício gera injustiça, pois privilegia os policiais que trabalham em grandes cidades em detrimento de outros, que também prestam serviços importantíssimos para a segurança pública. "Cheguei a apresentar emenda ao orçamento prevendo a incorporação a título de salário, beneficiando todos os polícias militares e acabando com essa discriminação", explica Padre Afonso.



padreafonso@al.sp.gov.br