PM paulista tem 825 novos soldados técnicos em policiamento ostensivo


24/06/2010 22:00

Compartilhar:

 <a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/06-2010/MunhozFormaturaROB2378.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Policiais militares de 2ª classe durante cerimônia<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/06-2010/MunhozROB2165.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

Barros Munhoz é paraninfo da turma que vai reforçar a segurança da Grande São Paulo e do interior



Ao lado de diversas autoridades, entre elas o secretário de Segurança Pública, Antonio Ferreira Pinto, do comandante-geral da Polícia Militar, coronel Álvaro Batista Camilo, e do 1º vice-presidente da Assembleia, deputado Conte Lopes, o presidente Barros Munhoz participou nesta quinta-feira, 24/6, na praça Charles Miller, da cerimônia de formatura de 825 novos policiais militares de 2ª classe.

Como paraninfo, Barros Munhoz declarou que nos 34 anos de vida pública ainda não tinha participado de solenidade tão emocionante como a formatura da segunda turma de soldados técnicos em policiamento ostensivo (os 605 policiais da primeira turma formaram-se em dezembro passado). "Orgulho-me de ser deputado estadual e de ser paulista. Esse Estado que valoriza e enaltece a Polícia Militar, uma instituição que tem falhas, mas, no seu todo, é responsável e querida. Os policiais combatem a criminalidade e a violência com coragem, altruísmo e amor à sua profissão, e garantem a segurança da família paulista."

O presidente e o coronel Álvaro Batista Camilo agraciaram o 1º colocado da turma, soldado PM Wilton Freire, com a medalha Pedro Dias de Campos, concedida aos alunos, integrantes ou não da Polícia Militar do Estado de São Paulo, que se classificam em primeiro lugar nos cursos ministrados pela Polícia Militar. Na sequência, foram também agraciados os soldados PM Humberto Rodrigo dos Santos Francetto e Rafael Alarcão Alves Teodoro.



Reforço no policiamento



Conforme informações da Secretaria de Segurança, dos 825 novos soldados 474 atuarão em batalhões da capital (33 para o centro, 53 para a zona Norte, 165 para a zona sul, 52 para a zona sudeste, 102 para a zona Leste e 69 para a zona oeste). Na Grande São Paulo, 80 soldados serão destinados par o Grande ABC, 22 para Guarulhos e 93 para Osasco. Por fim, 156 novos soldados reforçarão o efetivo em batalhões das regiões de Campinas, Santos, Sorocaba e Piracicaba.

Com duração de um ano, o curso superior de técnico de polícia ostensiva e preservação da ordem pública para soldados foi dividido em dois módulos: o básico e o especializado. Os soldados tiveram aulas de diversas disciplinas, como direitos humanos, direito penal, direito penal militar e direito civil, ações de polícia ostensiva, doutrina de polícia comunitária e tiro defensivo de preservação à vida (método Giraldi), entre outras.