Obra de Cândida Arruda Botelho no Museu da Escultura ao Ar Livre


07/10/2004 18:03

Emanuel von Lauenstein Massarani, Cândida Arruda Botelho e Jô Slaviero<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/hist/candmass.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

O Museu da Escultura ao Ar Livre foi enriquecido, desde esta quinta-feira, 7/10, com a obra "Concreto Amoroso", da escultora Cândida Arruda Botelho, doada pela Galeria Jô Slaviero & Guedes de São Paulo. Escultora, pintora, fotografa e escritora, Cândida de Arruda Botelho nasceu em Avaré, SP, em 1944. Formou-se em arquitetura e comunicação social, especializando-se em markentig cultural. Tem trabalhado com artes plásticas e, recentemente, no campo da escultura figurativa e concretista. Na foto, o superintendente de Patrimônio Cultural, Emanuel von Lauenstein Massarani recebendo a obra nos jardins do Palácio 9 de Julho, juntamente com a artista e a senhora Jô Slaviero, diretora daquela Galeria de Arte.