Indústria farmacêutica comemora avanços do programa de inclusão de pessoas com deficiência


14/05/2008 11:23

Seminário na Câmara Municipal debateu inclusão de pessoas com deficiência<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/05-2008/RAFAEL SILVA FARMACEUTICA.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

Pessoas com deficiência, sindicalistas e empresas debateram, durante seminário realizado em 12/5, na Câmara Municipal de São Paulo, os avanços da inclusão de pessoas com deficiência (PCDs) no mercado de trabalho proporcionado pela indústria farmacêutica. O segmento emprega, no Estado de São Paulo, 906 pessoas com deficiência em 45 empresas que assinaram, em 2006, o Pacto Coletivo para Inclusão de PCDs.

Arnaldo Pedace, gerente de Relações Trabalhistas do Sindicato da Indústria Farmacêutica no Estado de São Paulo (Sindusfarma), falou sobre a importância do tratamento da diversidade no mundo atual, da necessidade de renovação do pacto atual e mostrou números da inclusão: em 2006 o setor empregou 175 pessoas, em 2008 o crescimento foi de 542%.

José Carlos do Carmo, auditor fiscal da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de São Paulo (SRTE/SP), mostrou-se convencido do acerto da Lei de Cotas, cumprida por 4007 empresas, mas também das dificuldades encontradas pela classe empresarial para sua execução, daí sua sugestão de estender o Pacto por mais um ano.

O presidente da CUT no Estado de São Paulo, Edílson de Paula Oliveira, elogiou o setor farmacêutico: "o trabalho do Sindusfarma é um exemplo para outras categorias e representa um avanço da classe trabalhadora", disse. O secretário geral da Fequimfar, Sérgio Leite, também elogiou a mobilização do poder público e os avanços dos processos de negociação do Sindusfarma.

"O exemplo dado pelo Sindusfarma deve ser seguido por outros segmentos empresariais que ainda não observaram a importância na valorização profissional por portadores de deficiência", afirmou o deputado Rafael Silva (PDT).



rsilva@al.sp.gov.br