Carlos Neder toma posse como deputado na Assembleia Legislativa


29/07/2010 11:33


Carlos Neder (PT) tomou posse como deputado estadual na manhã desta quinta-feira, 29/7, perante a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa. Por força de decisão judicial, ele entra no lugar de Pedro Bigardi (PCdoB). Acompanhado dos outros integrantes da Mesa, deputados Carlinhos Almeida e Aldo Demarchi, o presidente da Assembleia, deputado Barros Munhoz, declarou que a Mesa entendeu, por unanimidade, que nesse caso não caberia discussão e que a decisão deveria ser cumprida de imediato.

Agradecendo a presteza com que a Mesa acatou a decisão judicial, Neder declarou que retoma os trabalhos com ânimo renovado. Ele lembrou que há 60 projetos de lei de sua autoria em trâmite na Assembleia e espera vê-los discutidos em breve pelo Plenário do Parlamento. As prioridades de seu mandato, complementa, continuam sendo a retomada do Fórum Suprapartidário em Defesa do SUS e da Seguridade Social, o debate sobre a Reforma do Estado e as alternativas de gestão de políticas públicas, o controle da execução orçamentária e o apoio a projetos de desenvolvimento e inclusão social.

Presente à solenidade, o líder do PT na Assembleia, deputado Antônio Mentor, afirmou que não se tratava de disputa pessoal, mas sim em defesa do já consagrado instituto da fidelidade partidária. "O resultado eleitoral definiu que o PT tivesse 20 cadeiras no Parlamento estadual, razão pela qual o PT lutou para recuperar essa vigésima cadeira", argumentou o líder. Carlinhos Almeida, lembrando o bom trabalho exercido por Bigardi, reafirmou que não era uma questão entre parlamentares, mas sim de fortalecimento da democracia representativa, através da consolidação da tese de que o mandato parlamentar pertence à legenda.

Entenda o caso

O princípio da fidelidade partidária, pelo qual há o entendimento de que o mandato pertence ao partido e não ao parlamentar, foi o fundamento da decisão judicial do Tribunal Regional Eleitoral. Pedro Bigardi e Carlos Neder ficaram, respectivamente, como quarto e quinto suplentes do PT nas eleições de 2006. Com a vaga aberta em razão de outro parlamentar ter assumido prefeitura no interior do Estado nas eleições de 2008 aliado ao fato de Bigardi ter se filiado ao PC do B após o pleito, o PT disputou essa vaga na justiça eleitoral, que decidiu no último dia 15 de julho a favor do partido.

Breve currículo

Carlos Neder é médico formado pela Universidade de São Paulo (USP) e mestre em saúde pública pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Atua nos movimentos populares de saúde desde os anos 70. Foi Secretário Municipal da Saúde no Governo de Luiza Erundina em São Paulo (1990-92). Exerceu mandatos de vereador na capital a partir de 1997 e foi deputado estadual de 2005 a março de 2007.