Petrobras confirma extração de gás onde Paulipetro perfurou


26/02/2008 16:39


A Petrobras deve iniciar em setembro de 2009 a extração comercial de 35 mil metros cúbicos de gás natural por dia nos campos BB1 e BB2, na região de Pitanga, no Paraná. "Trata-se da confirmação da existência de gás para exploração comercial na mesma área prospectada pela Paulipetro durante o governo de Paulo Maluf, quando se detectou a existência de campos de gás na Bacia do Paraná", afirmou o deputado Antonio Salim Curiati (PP).

A informação, confirmada oficialmente pela Petrobras, foi anunciada em 26/2 na primeira página do jornal Folha de Londrina. Segundo a matéria, a bacia de gás do Paraná será fonte de combustível para automóveis (Gás Natural Veicular).

O engenheiro de petróleo e coordenador de perfurações da Petrobras em Itajaí, Ramiro Ramos, informou ao jornal que a reserva tem algo em torno de 300 milhões de metros cúbicos de gás, e que a empresa realiza testes de queima de gás e manutenção dos equipamentos nos poços. "Essa fase é um preparativo para entrar na etapa final da retirada do gás", afirmou o engenheiro.

Segundo o deputado Curiati, "a decisão oficial da Petrobras em extrair gás naqueles poços acontece justamente quando a imprensa volta a noticiar decisões sobre um processo contra a Paulipetro e o ex-governador Paulo Maluf, que teve a ousadia de pesquisar petróleo e gás na Bacia do Paraná e na Bacia de Santos. É justamente nessas duas áreas em que, agora, são anunciadas descobertas, como os poços de Pitanga, na região norte do Paraná, e o megacampo de Tupi, na região de Santos."

"O anúncio da Petrobras mostra que a Paulipetro desenvolvia um trabalho não de curto prazo, mas para o futuro do Brasil. A confirmação da extração de gás com viabilidade comercial em Pitanga é prova de que o trabalho da Paulipetro, além de pioneiro, foi sério e tecnicamente fundamentado", afirmou Curiati.



scuriati@al.sp.gov.br