Comissão de Saúde aprova medidas de combate do mosquito da dengue


14/06/2016 18:53 | Da Redação: Larissa Leão Fotos: Bruna Sampaio

Reunião desta terça-feira 14/6, da Comissão de Saúde da Assembleia <a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-06-2016/fg191322.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Celso Giglio na presidência <a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-06-2016/fg191323.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Medidas de combate do mosquito da dengue são aprovadas na reunião da comissão de saúde <a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-06-2016/fg191324.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Gil Lancaster, Marcos Martins e Carlos Neder<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-06-2016/fg191325.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

Os membros da Comissão de Saúde, presidida pelo deputado Celso Giglio (PSDB), aprovaram nesta terça-feira, 14/6, pareceres favoráveis a dois projetos que tem por finalidade evitar transtornos causados com a proliferação do mosquito Aedes aegypti. Dados do Centro de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Estadual da Saúde (CVE) mostram que, nos últimos 20 anos, o Estado de São Paulo teve grande aumento de casos de dengue. Entre 1995 e 2015, o percentual de cidades paulistas onde há circulação do vírus passou de 16,5% para 94,8%.

O Projeto de Lei 120/2016, de autoria do deputado Marcos Damásio (PR), dispõe sobre a proibição do uso de pneus em estacionamento. O projeto tem como objetivo impedir o acúmulo de água que possa servir de criadouro de larvas para o mosquito proliferar-se e transmitir doenças para a população.

Já o PL 1.349/2015, de autoria do deputado Igor Soares (PTN), que teve também seu parecer favorável aprovado, tem como propósito autorizar o Poder Executivo a criar frente de trabalho de combate à dengue nos municípios do Estado. Além da prevenção das doenças transmitidas pelo mosquito, o programa tem objetivo de dar oportunidade de trabalho a centenas de brasileiros neste momento de crise.

Estiveram presentes à reunião, além do presidente, os deputados Hélio Nishimoto (PSDB), Carlos Neder e Marcos Martins (ambos do PT), Gil Lancaster (DEM), Itamar Borges (PMDB), Wellington Moura (PRB) e Coronel Camilo (PSD).