Municípios celebram assinatura de convênios

Presidente Capez e outros parlamentares representaram o Legislativo na solenidade
30/06/2016 22:06 | Da Redação: Keiko Bailone - Foto: Bruna Sampaio

Fernando Capez e Geraldo Alckmin<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-06-2016/fg192356.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Cerimônia marca assinatura de convênios<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-06-2016/fg192357.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Fernando Capez discursa na solenidade <a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-06-2016/fg192358.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Fernando Capez destacou o fato de São Paulo ser um dos dois Estados a manter o equilíbrio fiscal<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-06-2016/fg192238.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Fernando Capez, Geraldo Alckmin e convidados <a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-06-2016/fg192359.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Geraldo Alckmin discursa na solenidade <a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-06-2016/fg192360.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

Dezoito municípios, entre os quais Carapicuíba, Francisco Morato, Penápolis, Promissão, Rio Grande da Serra, Embu Guaçu, Itupeva, Birigui, Franco da Rocha, Presidente Epitácio e Olímpia receberam investimentos que totalizam R$ 38 milhões. A cerimônia para assinatura de 22 convênios entre o governo e as prefeituras dessas cidades ocorreu nesta quinta-feira, 30/6, no Palácio dos Bandeirantes, com a presença do governador Geraldo Alckmin, do vice Márcio França, do secretário-chefe da Casa Civil, Samuel Moreira, e os secretários-adjuntos Romildo Campello e Rubens Rizek, respectivamente das pastas do Turismo e Agricultura e Abastecimento.

O presidente Fernando Capez participou da cerimônia, acompanhado dos deputados Analice Fernandes (PSDB), Roque Barbieri (PTB), Marcos Neves (PV), Abelardo Camarinha (PSB) e André do Prado (PR). Em sua fala, Capez destacou o fato de São Paulo ser um dos dois Estados " o outro é Espírito Santo " a manter o equilíbrio fiscal, ao contrário de outros governos estaduais que estão adiando ou comprometendo suas dívidas. O presidente da Assembleia atribuiu essa realidade à eficiente e experiente gestão de Alckmin à frente do Estado e disse que, por esse motivo, tem se empenhado na aprovação dos projetos enviados pelo Executivo.

"Conseguimos aprovar a criação da Região Metropolitana de Ribeirão Preto no dia do aniversário dessa cidade e a do Projeto de Lei Complementar que trata da escola para jovens que queiram ingressar na PM em apenas duas semanas", disse Capez, referindo-se ao PLC 23/2016, que estabelece a idade mínima de 17 anos para os candidatos ao quadro de oficiais e de praças da PM.

O vice-governador Márcio França, que também responde pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação, destacou a inauguração, a cada mês, de 13 mil novas empresas, enquanto outros 19 Estados da Federação parcelam salários dos servidores. "Em São Paulo conseguimos cumprir as obrigações", comemorou, lembrando assinatura de outros 200 convênios neste final de mês.

O governador lamentou a atual crise econômica, que afeta principalmente o Estado paulista, dado o grande número de indústrias instaladas em seu território. Ele informou que, somente em julho, o Estado perdeu mais de um R$ 1 bilhão em arrecadação. "Nessa situação", asseverou, "a saída é redobrar o trabalho". Alckmin observou que momentos como este servem à mudança cultural sobre o papel do Estado e defendeu as parcerias e convênios. "Não há dinheiro público mais bem aplicado do que aquele usado de forma descentralizada, mais perto do povo, mais fiscalizado", defendeu Geraldo Alckmin.