Estado de São Paulo Transparência ALESP
06/12/2017 18:12

Peritos criminais recebem homenagem na Assembleia

Vinicius Moreira - Foto: Fernanda de Castro


Download
Mesa do evento

Os profissionais responsáveis pelo levantamento de evidências para solucionar crimes estiveram, na última segunda-feira (4/12), reunidos na Assembleia Legislativa de São Paulo para comemorar o Dia Nacional do Perito Criminal. O encontro foi promovido pelo Sindicato dos Peritos do Estado de São Paulo (Sinpcresp) e teve a participação de peritos, criminalistas e representantes do Instituto de Criminalística de São Paulo (IC).

O deputado Wellington Moura (PRB) apoiou o evento. "Sabemos que os acidentes sempre ocorrem e os peritos são os primeiros a chegar, até para orientar a investigação com o seu diagnóstico", disse. Moura também comentou a escassez de profissionais. "Há um déficit de quase 700 funcionários no setor, e são 43 setores de perícia criminal em todo o Estado. Lutaremos junto ao governo para que essas vagas sejam preenchidas", completou.

O perito criminal Evando Peres Ribeiro destacou alguns cuidados que os profissionais devem ter com a identificação veicular. "A placa do veículo, a numeração de chassi, a numeração do motor " todos são elementos obrigatórios no laudo do perito. Já a carroceria, o câmbio e o eixo diferencial são assessórios, ou seja, optativos." Segundo ele, a primeira coisa que deve ser analisada por um perito é a placa. "Os elementos que devemos analisar em qualquer situação são o código do fabricante, que é obrigatoriamente inscrito pelas montadoras, a unidade federativa e o ano de produção da placa", explicou.

O presidente do Sinpcresp Eduardo Becker Tagliarini afirmou que o sindicato realizará cursos para aprimorar atividades da categoria. "Avaliamos oferecer cursos nas mais diferentes áreas: acidentes de trânsito, identificação veicular com ênfase em chassi, informática e crimes contra a pessoa", afirmou.

O Dia do Perito Criminal Oficial é comemorado anualmente em 4 de dezembro. A data homenageia a atividade dos profissionais que trabalham na busca de impressões digitais, exame de provas laboratoriais específicos em objetos encontrados, reconstituição da cena do crime, análise das armas utilizadas e exames no corpo da vítima, entre outras investigações.