História da Mooca pode ser patrimônio cultural


18/12/2017 15:48 | Da Redação

Compartilhar:

Rua da Mooca (google)<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-12-2017/fg215436.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

A proposta aprovada na Alesp declara os costumes, o esporte, as manifestações culturais e a gastronomia do bairro paulistano da Mooca como Patrimônio Cultural Imaterial do Estado.

O autor do projeto, deputado Chico Sardelli (PV), é filho de pais italianos e reconhece a importância desse povo. "A Mooca já faz parte da cultura paulistana há muito tempo", afirmou. O parlamentar citou alguns destaques da região, como o clube de futebol Juventus e a rua dos Trilhos.

O bairro tem 7 quilômetros quadrados de extensão e uma população com mais de 63 mil habitantes. A área começou a atrair milhares de italianos imigrantes a partir de 1890, todos em busca de emprego nas fábricas têxteis e de calçados que começavam a surgir.

Para Sardelli, o Projeto de Lei 878/2016 busca proteger a Mooca diante de um crescimento desordenado e de grandes mudanças, a fim de conservar seu caráter histórico e centenário. O projeto aguarda sanção pelo governador.