Estado de São Paulo Transparência ALESP
07/02/2018 11:48

Fechamento de salas provoca demissão de 20 mil professores no Estado

Da assessoria do deputado Carlos Giannazi


Download
Carlos Giannazi em meio a professores

Na última semana, o deputado Carlos Giannazi acompanhou o processo de atribuição de aulas em várias diretorias de ensino e constatou, em cálculo preliminar, que 20 mil professores serão desligados da rede estadual por causa do fechamento de salas e turnos. O caso mais grave acontece na Diretoria de Ensino Sul 2, onde há 130 salas cujas aulas ainda não foram atribuídas. "O ano letivo já começou e temos alunos sem aula de um lado e professores desempregados de outro", disse.

Além dos alunos, que terão de estudar em classes superlotadas, os maiores prejudicados são os professores categoria "O" cujos contratos foram firmados em 2014. Giannazi explicou que o projeto aprovado em dezembro pela Alesp, reduzindo o afastamento obrigatório desses docentes de 180 dias para 40 dias, na prática não resolveu muita coisa, pois esses professores ficaram no fim da lista para a atribuição de aulas, mesmo aqueles com pontuação alta. "Eu conversei com professores que estão há 20 anos na rede estadual e não conseguiram pegar aulas."

O deputado apresentará à Comissão de Educação da Alesp novo requerimento de convocação do secretário de Educação, José Renato Nalini. "Os prejuízos causados a professores e alunos nesse início de ano são incalculáveis. Nós queremos que a secretaria tome uma atitude para reverter esse ajuste fiscal desumano no ensino público."