Demandas da CPTM em Mogi das Cruzes


13/06/2018 12:00 | Da assessoria do deputado Marcos Damasio

Marcos Damasio (à esq.)<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-06-2018/fg224620.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

O deputado Marcos Damasio rece­beu boas notícias do diretor-presidente da Companhia Paulista de Trens Metropo­litanos (CPTM), Paulo de Magalhães Bento Gonçalves, em reunião na terça-feira (12/6). Dentre elas, a de que o projeto executivo da nova estação de Mogi das Cruzes será retomado no segundo semestre deste ano e a de que a Estação de Braz Cubas terá sanitários.

Gonçalves garantiu ao parlamentar que está entre as prioridades da companhia retomar contratos de projetos parados por causa da crise, e que a nova estação de Mogi das Cruzes está na lista.

A continuidade da elaboração do projeto deverá custar em torno de R$ 1,5 milhão e a expectativa é de que a obra da nova estação mogiana exija investimentos da ordem de R$ 50 milhões.

"Acompanharemos a confecção desse projeto e, com ele pronto, batalharemos pela verba para que Mogi das Cruzes ganhe sua nova estação", disse Damasio, que tem essa obra entre suas bandeiras de mandato.

Outra boa notícia é que a estação de Braz Cubas terá sanitários, atendendo ao pedido do deputado, que entregou um abaixo-assinado ao diretor, reforçando a demanda popular.

Segundo o diretor de Planejamento e Projetos José Augusto Bissacot, uma projetista já havia sido contratada para fazer uma pequena reforma na estação, pois durante os trabalhos de acessibilidade foram detectadas necessidades, e os banheiros serão incluídos nesse projeto.