11/03/2019 - 9a Solene do Período Adicional

ENTREGA DA MEDALHA THEODOSINA ROSÁRIO RIBEIRO
Íntegra da Sessão publicada no Diário Oficial em 04/04/2019:

Resumo da Sessão
Presidência : LECI BRANDÃO
1 - LECI BRANDÃO
Assume a Presidência e abre a sessão.
2 - CLÁUDIA LUNA
Mestre de cerimônias, anuncia a composição da Mesa.
3 - PRESIDENTE LECI BRANDÃO
Demonstra sua emoção em celebrar a 7ª edição deste prêmio. Diz ser este um momento de muita reflexão e de união para que possa ser feito o enfrentamento necessário para combater os problemas deste País. Considera uma emoção a presença de Theodosina nesta sessão. Ressalta que todas as mulheres homenageadas são guerreiras. Esclarece que o seu mandato é alegre, assim como foi a sua ancestralidade. Informa que a Presidência Efetiva convocara a presente sessão solene, a pedido desta deputada, para a "Entrega da Medalha Theodosina Rosário Ribeiro - Edição Lélia Gonzalez". Convida o público a ouvir, de pé, o "Hino Nacional Brasileiro". Registra que não se fala da contribuição das mulheres, negros e índios para a construção deste País, somente dos homens brancos, social e economicamente privilegiados. Discorre sobre a Sra. Lélia Gonzalez, que dá nome a esta edição do prêmio. Lembra que Theodosina Rosário Ribeiro foi a primeira mulher negra a ser eleita deputada estadual em São Paulo. Comenta a atuação das mulheres homenageadas. Esclarece que este prêmio é um reconhecimento de pessoas que lutam contra a desigualdade e que transformam luto em luta.
4 - CLÁUDIA LUNA
Mestre de cerimônias, lê texto sobre a Sra. Lélia Gonzalez, que dá nome à edição deste prêmio. Anuncia a apresentação de trecho de documentário sobre a mesma.
5 - JOSÉ CARLOS BONILHA
Representante da Promotoria de Justiça de Direitos Humanos, afirma que o Ministério Público está muito honrado em compor a Mesa, em uma sessão que tem a finalidade de prestar homenagem a mulheres que se destacaram no combate ao preconceito. Lembra a longa história de preconceito e discriminação no Brasil, o último país a acabar com o regime escravagista, no final do século XIX. Discorre sobre o objetivo da República Federativa do Brasil em promover o bem estar de todos, em uma sociedade livre, justa e solidária, sem preconceitos e discriminação. Coloca o Ministério Público à disposição da população.
6 - ELISA LUCAS RODRIGUES
Secretária executiva adjunta municipal de Direitos Humanos e Cidadania, lembra que março é o mês da mulher e da luta contra a discriminação. Ressalta que este é um momento de reflexão para o trabalho de combate à discriminação racial, que se torna cada vez mais forte. Esclarece que há muito o que ser feito pela cultura, educação, saúde da população negra, ações de combate ao racismo e discriminação e a inclusão da população negra.
7 - RAFAEL PITANGA GUEDES
Representante do defensor público-geral Dr. Davi Depiné Filho, elogia o reconhecimento às mulheres que trabalham no combate ao racismo e à conquista de direitos. Diz estar honrado em estar ao lado da deputada Leci Brandão. Cita alguns temas já discutidos pela deputada. Afirma que a mesma escreve a história que a própria história não conta. Discorre sobre os objetivos da Defensoria Pública. Esclarece que vivemos hoje em uma sociedade marcada pela desigualdade. Lembra o assassinato da vereadora Marielle, não elucidado após um ano. Cita a música "Maria, Maria".
8 - WANDER GERALDO
Presidente municipal do PCdoB, saúda a deputada Leci Brandão por esta homenagem, Theodosina Rosário Ribeiro e todas as autoridades presentes. Lembra que Theodosina foi a primeira mulher negra a ocupar o cargo de deputada estadual nesta Casa. Parabeniza as homenageadas. Considera que as mesmas representam o melhor da sociedade paulistana. Destaca sua luta em favor da Educação Pública, pela habitação e contra a privatização da Previdência Pública. Afirma que o PCdoB tem muito orgulho de ter Leci Brandão como deputada estadual.
9 - THEODOSINA ROSÁRIO RIBEIRO
Ex-deputada estadual, cumprimenta as autoridades presentes e as mulheres homenageadas. Pede que as mulheres negras sejam mais respeitadas. Ressalta o respeito desta Casa pelo seu nome ter sido colocado em uma medalha para as mulheres que fazem um trabalho imenso em prol da coletividade, principalmente da negra. Destaca a necessidade de continuar a luta para evitar o descaso com as mulheres. Cumprimenta a deputada Leci Brandão por esta solenidade. Considera a deputada um exemplo para as mulheres, na busca para diminuir a discriminação.
10 - PRESIDENTE LECI BRANDÃO
Anuncia a homenagem, com entrega de medalha, após a leitura do currículo das homenageadas pela mestre de cerimônias, às mulheres que se destacaram na sociedade em razão da sua contribuição ao enfrentamento da discriminação racial e na defesa dos direitos das mulheres no estado de São Paulo.
11 - ISIS CAROLINA VERGILIO
Representante da Sra. Djamila Ribeiro, esclarece a ausência da homenageada em razão de participação em conferência na França. Diz estar honrada em estar na presença de Leci Brandão e Theodosina Rosário Ribeiro. Ressalta que o trabalho de Djamila tem como objetivo expandir e melhorar o acesso das pessoas à literatura.
12 - JOYCE VENÂNCIO
Representante do Instituto Preta Pretinha, informa que o instituto faz bonecos de todos os tipos e contribui para a educação e respeito a todos. Agradece a deputada Leci Brandão pelo convite e pela oportunidade de desenvolver projetos junto ao Ministério da Cultura, no qual também já foram premiadas. Fala que Theodosina é uma referência para todas. Agradece sua avó pelos ensinamentos.
13 - LUCIA VENÂNCIO
Representante do Instituto Preta Pretinha, agradece todos os presentes. Parabeniza as outras homenageadas.
14 - BETH BELI
Percussionista, arte educadora e fundadora do Bloco Afro Ilú Obá de Min, destaca a importância da medalha. Afirma que Theodosina Rosário Ribeiro e Leci Brandão são referências para todos. Ressalta sua alegria em ser celebrada enquanto está viva. Informa que pretende deixar um grande legado para o seu bloco, o Ilú Obá. Esclarece o significado do nome do bloco, formado hoje por 450 mulheres. Cita realização de evento, do movimento negro, para recontar o ilê, no qual houve o reencontro de muitas pessoas.
15 - MARIA HELENA CANDIDA DE MOURA
Liderança comunitária do Movimento de Moradia, agradece a homenagem recebida. Cumprimenta Theodosina, que disse ter sido sua diretora na escola quando tinha nove anos, a deputada Leci Brandão, sua amiga, e todas as pessoas do seu movimento.
16 - MARGARIDA BARRETO
Ginecologista e especialista em Medicina do Trabalho, ressalta a necessidade de transformar o mundo em luta sempre e resistir, enfrentando as dificuldades. Discorre sobre sua trajetória de vida e como passou a estudar o assédio moral entre os trabalhadores. Cita o crescimento desta área e a realização de congresso a respeito do tema. Agradece a deputada Leci Brandão e Theodosina Rosário Ribeiro pelo espaço de divulgação deste trabalho.
17 - ELIANA DE LIMA
Cantora e intérprete de samba enredo, agradece a Deus pelos 37 anos de carreira. Diz estar feliz em participar desta homenagem de iniciativa da deputada Leci Brandão. Afirma que Theodosina é uma mulher guerreira e um exemplo para todas. Discorre sobre as dificuldades que enfrentou desde os 18 anos de idade, quando iniciou sua carreira. Considera válida a sua luta. Informa ter visto neste Carnaval duas mulheres puxando o samba-enredo de escolas. Diz esperar que apareçam outras mulheres em sua área, puxadoras de samba.
18 - MAURA AUGUSTA SOARES DE OLIVEIRA
Presidenta da Facesp, diz estar muito orgulhosa em estar nesta Casa ao lado de pessoas tão importantes como Theodosina Rosário Ribeiro e a deputada Leci Brandão. Relata sua história de vida, tendo sido vítima de assédio moral e racismo. Informa ter sido funcionária do sistema penitenciário, onde afirma que as mulheres negras são muito discriminadas, um sistema próximo ao da escravidão. Ressalta que necessita continuar a sua luta. Discorre sobre o projeto Associação Projeto Gerações, que tem como objetivo apresentar o bale clássico e outras culturas para as crianças negras. Enfatiza que as crianças nunca devem desistir daquilo que querem ser na vida.
19 - NEON CUNHA
Ativista independente, publicitária, ameríndia e transgênera, discorre sobre como chegou até a entrega deste prêmio. Lembrou as origens de sua família. Pede que o mundo seja mais humano.
20 - SHEILA VENTURA PEREIRA
Coordenadora da Associação Pró-Falcêmicos, considera sua luta intensa e sofrida, transformando diariamente luto em luta. Ressalta que é uma mulher negra, trabalhadora, mãe e com doença falciforme. Afirma que sofre preconceitos por ser negra e a cada dia trabalha para mostrar sua força e aquilo do que é capaz. Esclarece que, apesar de desacreditar na política, exemplos como a deputada Leci Brandão e Theodosina Rosário Ribeiro, a fazem acreditar na possibilidade de mudanças, com igualdade e ética. Oferece o prêmio a todas as mulheres com doença falciforme e outras doenças, além das mulheres negras.
21 - MARISA DE SÁ
Professora, dedica o prêmio à todas as professoras e educadoras. Informa ter sido diretora de escola e professora por mais de 20 anos. Lembra suas lutas quando vereadora. Esclarece que quer continuar a sua trajetória, na luta por uma educação justa e igualitária, com mulheres livres e felizes. Cita reportagem, feita por alunos, sobre o empoderamento e a possibilidade de acesso às universidades. Parabeniza a deputada Leci Brandão pelo evento.
22 - RYANE LEÃO
Professora e poeta, agradece a deputada Leci Brandão e Theodosina pela homenagem. Parabeniza todas as que receberam a medalha. Diz ser professora de inglês apenas para mulheres negras. Agradece a oportunidade.
23 - REGINA DE PAULA THOMAZ
Membro da Pastoral Afro da Nossa Senhora Achiropita, diz ser muito contente com o que faz na Pastoral. Informa ser a doceira da instituição. Agradece a deputada Leci Brandão e Theodosina pela medalha recebida. Oferece a mesma para suas primas, já falecidas, responsáveis por levá-la para a Pastoral.
24 - EVA BENEDITA DE ANDRADE
Dona de casa, aposentada e mãe do radialista Dinho, agradece a deputada Leci pela homenagem. Afirma que seu filho Dinho era fã dela. Agradece os presentes.
25 - ROSA MARIA VIRGOLINA DA SILVA
Conhecida como Doné Oyassy, matriarca do Ilê Axé de Yansã, agradece todos os presentes, Theodosina Rosário Ribeiro e a deputada Leci Brandão. Discorre sobre a necessidade do ser humano olhar e respeitar o próximo. Considera-se importante por receber esta medalha, já que mora na roça e se sente esquecida. Sugere que todos levantem e dêem um abraço no próximo. Agradece a deputada Leci Brandão pela homenagem.
26 - ANA MARIA MARTINS SOARES
Assistente social, ex-vereadora, ex-deputada estadual e militante de movimento social, ressalta sua alegria por viver este momento de emoção. Discorre sobre a atual conjuntura do País e do mundo, com o que considerou um retrocesso dos direitos humanos. Agradece a deputada Leci Brandão pela homenagem. Afirma que a mesma honra os militantes do PCdoB com sua atuação na luta pelas mulheres e pela negritude. Agradece seus companheiros de partido.
27 - BIA FERREIRA
Cantora, compositora, multi-instrumentista e ativista, lembra que ainda tem 25 anos e muito a aprender. Demonstra sua felicidade com esta homenagem. Dedica a medalha a suas avós, que criaram seus pais e investiram muito tempo na sua educação e de seus irmãos, ensinando a importância do falar. Agradece suas irmãs e sua companheira. Encerra seu discurso com uma poesia. Critica o fato desta Casa apresentar uma cruz no plenário, já que o Brasil é um estado laico.
28 - CLÁUDIA LUNA
Mestre de cerimônias, discorre sobre a necessidade do reconhecimento do trabalho de lideranças que não são devidamente reconhecidas na sociedade. Ressalta que o trabalho destas mulheres impactam a vida de muitas pessoas, e por ocorrerem em geral nas periferias, precisam ser reconhecidos.
29 - PRESIDENTE LECI BRANDÃO
Diz ter sido esta edição diferente das anteriores, com histórias muito fascinantes. Lembra o documentário de Lélia Gonzalez, exibido anteriormente, que falava da falta de oportunidade para as crianças. Discorre sobre ações de governos anteriores com o objetivo de fortalecer a educação, a cultura e o povo pobre. Cita letras de suas músicas, consideradas anteriormente de protesto. Agradece todas as pessoas que a ensinaram. Menciona todo o apoio dado pelos seus assessores, desde quando entrou nesta Casa. Reafirma o seu compromisso com a arte, o respeito e o reconhecimento de todas as pessoas. Comenta sua chegada nesta Casa e sua atuação, com a elaboração de projetos de lei com a participação de seu povo, das mulheres e dos negros. Destaca o seu orgulho de pertencer ao PCdoB. Faz agradecimentos gerais. Encerra a sessão.