29/04/2019 - 3a Solene

HOMENAGEM À REVOLUÇÃO DOS CRAVOS
Íntegra da Sessão publicada no Diário Oficial em 16/05/2019:

Resumo da Sessão
Presidência : PAULO FIORILO
1 - PAULO LULA FIORILO
Assume a Presidência e abre a sessão.
2 -  IZABEL DE JESUS PINTO
Mestre de cerimônias, nomeia a Mesa e demais autoridades presentes.
3 - PRESIDENTE PAULO LULA FIORILO
Informa que a Presidência efetiva convocara a presente sessão solene para "Homenagem à Revolução dos Cravos", por solicitação deste deputado. Convida o público para ouvir, de pé, o "Hino de Portugal" e o "Hino Nacional Brasileiro", reproduzidos pelo Serviço de Audiofonia desta Casa.
4 - MARCOS MARTINS
Ex-deputado estadual, saúda os presentes. Enaltece a relevância da solenidade. Discorre acerca da democracia. Atribui relevo à contribuição do povo português para o Brasil.
5 - PRESIDENTE PAULO LULA FIORILO
Anuncia a exibição de vídeo sobre a Revolução dos Cravos. Comenta evento realizado no auditório do Parque Ibirapuera, no qual fora exibido o mesmo vídeo.
6 - SIMÃO PEDRO
Secretário estadual de Mobilização do PT, saúda os presentes. Comenta a amizade com o deputado Paulo Fiorilo. Transmite cumprimentos do PT. Manifesta apreço pelo tema objeto da presente solenidade. Lembra a união popular contra a ditadura, em Portugal. Assevera que a Revolução dos Cravos incentivara brasileiros a perseguir direitos democráticos. Critica ameaças à democracia, no Brasil.
7 - LUIZA MOURA
Professora Doutora de Sociologia da UFMS, a representar Ildefonso Garcia, presidente do Centro Cultural 25 de Abril de São Paulo, cumprimenta os presentes. Faz breve relato da história da democracia em Portugal. Enaltece 25 de abril de 1974, data da destituição do governo ditatorial. Afirma que o Exército distribuíra cravos para a população. Lembra a aprovação da Constituição e organização de sistemas partidários. Cita exílio e assassinato de Salazar, na Espanha. Atribui relação entre a Revolução dos Cravos e as Diretas Já. Comenta pesquisa e exposição sobre portugueses presos em campos de concentração e condenados a trabalhos forçados.
8 - MANUEL MAGNO
Presidente do Conselho da Comunidade Luso-Brasileira em São Paulo, saúda os presentes. Discorre acerca da ditadura em Portugal. Comenta a derrubada do regime de Salazar, pela Revolução dos Cravos.
9 - PRESIDENTE PAULO LULA FIORILO
Anuncia a execução da música Grândola Vila Morena.
10 - ANTONIO DOS RAMOS
Comendador, presidente da Casa de Portugal, saúda os presentes. Agradece ao deputado Paulo Fiorilo pela iniciativa da solenidade. Enaltece o valor das festividades em comemoração à Revolução dos Cravos. Critica a produção de armas. Discorre acerca do teor pacífico da união popular, contra a ditadura portuguesa.
11 - MARCO ANTONIO MARQUES DA SILVA
Desembargador do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, professor da PUC, da Universidade de Lisboa e diretor da Casa de Portugal, saúda os presentes. Informa diálogo com Renato Afonso Gonçalves, o qual enviara cumprimentos. Manifesta-se orgulhoso por ter ascendência em portuguesa. Lembra que o português é falado em cinco, dos seis continentes. Cita Fernando Pessoa. Valoriza o legado de Portugal para a globalização, via navegações.
12 - PAULO JORGE NASCIMENTO
Cônsul-geral de Portugal em São Paulo, cumprimenta os presentes. Manifesta satisfação em participar da solenidade. Valoriza o povo que contribuiu para transformar a realidade política em Portugal. Comenta a democracia no país. Valoriza o voto como meio de homenagear a Revolução dos Cravos.
13 - PRESIDENTE PAULO LULA FIORILO
Informa que propusera mesma solenidade quando exercera a vereança, em São Paulo. Explica que identifica-se com os valores democráticos. Manifesta-se contra o retrocesso e a não liberdade de expressão. Faz agradecimentos gerais. Encerra a sessão.