10/04/2006 - 9a Solene

HOMENAGEM ÀS CAPELANIAS MILITARES DO ESTADO DE SÃO PAULO
Íntegra da Sessão publicada no Diário Oficial em 28/04/2006:

Resumo da Sessão
Presidência : UBIRATAN GUIMARÃES
1 - UBIRATAN GUIMARÃES
Assume a Presidência e abre a sessão. Nomeia as autoridades. Informa que esta sessão solene foi convocada pela Presidência efetiva, a pedido do Deputado ora na condução dos trabalhos, com a finalidade de homenagear as Capelanias Militares do Estado de São Paulo. Convida todos para, de pé, ouvirem a execução do Hino Nacional.
2 - EDUARDO ANASTASI
Chefe de Gabinete do Deputado Ubiratan Guimarães, faz leitura do Histórico das Atividades das Capelanias.
3 - ODÉCIO LIMA DE SOUZA
Capitão-Tenente Capelão Naval, do 8º Distrito Naval, considera que sua missão é levar a sociedade a descobrir o valor de homens que, para além do uniforme, são homens espirituais que promovem a paz.
4 - WANDERLEI VALENTIM DA SILVA
Tenente-Coronel Capelão, do Comando Militar do Sudeste, expressa a alegria do capelão em estar a serviço de Deus entre os irmãos fardados.
5 - PAULO FLÁVIO DA SILVA
Tenente-Coronel Capelão, do 4º Comando Aéreo Regional, diferencia a realidade dos quartéis e do meio civil. Destaca a importância das capelanias para os militares e solicita apoio ao trabalho, especialmente junto às polícias militares.
6 - OSVALDO PALÓPITO
Capitão PM Capelão, menciona a dupla responsabilidade que carrega, de proporcionar assistência espiritual aos policiais militares e familiares e conduzir a Igreja do Patrono da Polícia Militar, Santo Expedito. Fala dos trabalhos das diversas pastorais de sua igreja.
7 - Presidente UBIRATAN GUIMARÃES
Conduz a entrega de placas de homenagens aos capelães. Anuncia a execução de número musical.
8 - EVANIR FERREIRA CASTILHO
Presidente do Tribunal de Justiça Militar do Estado de São Paulo, sustenta que o amparo espiritual das capelanias é importante tanto em tempo de guerra como de paz. Rebate a crítica dos que duvidam de sua utilidade.
9 - Presidente UBIRATAN GUIMARÃES
Realça o valor das capelanias militares. Posiciona-se contra a intenção do Comando Geral da PM de desativar as vagas de capelão. Agradece a todos que colaboraram para o êxito da solenidade. Encerra a sessão.