26/09/2008 - 44a Solene

"COMEMORAÇÃO DOS SETENTA ANOS DO SINDICATO DOS QUÍMICOS DO ABC"
Íntegra da Sessão publicada no Diário Oficial em 09/10/2008:

Resumo da Sessão
Presidência : RUI FALCÃO
1 - RUI FALCÃO
Assume a Presidência e abre a sessão. Nomeia as autoridades presentes. Comunica que esta sessão solene foi convocada pelo Presidente Vaz de Lima, por solicitação do Deputado Rui Falcão, ora na direção dos trabalhos, com a finalidade de homenagear o "70º aniversário do Sindicato dos Químicos do ABC". Convida o público presente a ouvir, de pé, o Hino Nacional Brasileiro.
2 - ADRIANO DIOGO
Deputado Estadual, cumprimenta as autoridades presentes e todos os sindicalistas brasileiros. Comenta que, no Brasil, a história dos trabalhadores ainda não foi devidamente escrita e que prevalece a visão dos poderosos, embora um trabalhador tenha conseguido chegar à Presidência da República. Diz que os metalúrgicos e os químicos do ABC e de São Paulo tiveram enorme participação na luta do povo brasileiro pela democracia e na formação do PT. Lembra que existiam indústrias químicas multinacionais, onde era difícil exercer a luta sindical em defesa dos trabalhadores, que produziam riquezas, viviam em condições miseráveis e eram expostos à periculosidade em seu trabalho, pois ainda não havia restrições ambientais. Homenageia os companheiros que deram a vida na luta pela indústria química.
3 - EDILSON DE PAULA
Presidente da CUT estadual, manifesta a satisfação de estar presente a este ato e fala da importância do sindicato na luta dos trabalhadores. Parabeniza o Deputado Rui Falcão pela iniciativa de homenagear o sindicato dos químicos do ABC. Lembra que esta Casa tem de estar sempre aberta a esses momentos importantes, mostrando a luta dos trabalhadores neste País, há muitos anos. Elogia o Presidente Lula, que tornou o Brasil respeitado internacionalmente.
4 - FRANCISCO CHAGAS
Vereador, agradece ao Deputado Rui Falcão pela iniciativa de homenagear o sindicato dos químicos do ABC. Diz que essa categoria, ao contrário do que muita gente possa imaginar, é protagonista do novo sindicalismo transformador, responsável por tudo aquilo que o Brasil está fazendo hoje, sob a Presidência de Luís Inácio Lula da Silva, que assumiu compromisso com a sua origem.
5 - ÍTALO CARDOSO
Ex-deputado estadual, cumprimenta o Sr. Presidente pela iniciativa de comemorar os 70 anos dessa categoria, que é linha de frente na luta dos trabalhadores. Lembra as lutas dos químicos do ABC desde 1982. Manifesta o seu orgulho por ter sido parte dessa história. Refere-se às lideranças sindicais que hoje estão ajudando o Presidente Lula a governar o País.
6 - REMÍGIO TODESCHINI
Diretor do Departamento de Políticas de Segurança e Saúde Ocupacional da Secretaria de Previdência Social do Ministério da Previdência Social, cumprimenta a todos em nome do Ministro da Previdência, José Pimentel. Afirma que quem constrói a história social de um país deve também estar presente nas Câmaras Municipais, nas Assembléias Legislativas e principalmente em Brasília, na Câmara Federal. Diz que hoje o Presidente Lula é o símbolo máximo de todas as lutas sociais. Ressalta que os 70 anos do sindicato dos químicos do ABC mostram que construímos leis federais que reforçaram a questão do trabalho, da sociedade, da educação e da segurança no trabalho.
7 - PAULO ANTONIO LAGE
Presidente do Sindicato dos Químicos do ABC, saúda o Deputado Rui Falcão, em nome da diretoria do Sindicato e da categoria dos químicos do ABC. Diz que nenhum dos presentes se imaginou sentado no Plenário desta Casa de Leis, homenageando uma instituição que é referência na região, mas também reconhecida em todo o mundo. Diz que o sindicato transformou a vida dos trabalhadores. Manifesta a honra de participar dessa instituição.
8 - Presidente RUI FALCÃO
Faz entrega de placa comemorativa dos 70 anos da fundação do Sindicato dos Químicos do ABC ao Sr. Paulo Antonio Lage. Anuncia entrega de diplomas aos membros do Sindicato dos Químicos do ABC, pelos senhores Paulo Antonio Lage e Remígio Todeschini. Cumprimenta as autoridades presentes e as lideranças sindicais. Refere-se à importância do papel dos sindicatos na construção de um novo País. Diz que os sindicatos estiveram presentes à história do País, na conquista da democracia e na afirmação dos direitos e garantias dos trabalhadores. Ressalta que ainda existe um longo caminho a palmilhar. Lembra o protagonismo dos sindicatos na luta contra o regime militar, ajudando a construir um novo Brasil e culminando com a eleição de um trabalhador fabril para Presidente da República. Manifesta o orgulho de ter uma parcela do seu mandato, originária dos votos dos químicos do ABC. Parabeniza o Sindicato dos Químicos do ABC. Agradece a todos pela presença. Encerra a sessão.