Seminário de Operações Especiais SWAT 2019 promove estudos de casos


08/11/2019 15:19 | Evento | July Stanzioni - Fotos: Bruna Sampaio

Seminário Operações Especiais SWAT 2019 <a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-11-2019/fg243599.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Castello Branco <a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-11-2019/fg243600.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Público presente<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-11-2019/fg243601.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Público presente<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-11-2019/fg243602.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

Desde a última quinta-feira (7/11) a Assembleia Legislativa de São Paulo sedia o Seminário de Operações Especiais SWAT 2019. Nesta sexta (8), o encontro foi voltado à estudos de caso das diversas operações das policias do Estado. "É uma iniciativa pioneira trazer para a Assembleia de São Paulo um assunto voltado à área de segurança pública com destaque para as ações especiais, que é uma área nevrálgica. Esses policiais atuam em operações que fogem da rotina, de alto perigo de vida. Ao mesmo tempo mostra para a população a importância desse trabalho. Outro ponto importante é a atualização dos policiais com os casos apresentados", declarou o coronel Wanderley Mascarenhas, que foi o primeiro comandante do Gate.

Milton Montes de Oca é tenente da polícia na cidade de Miami e foi um dos palestrantes do dia. Ele fez questão de ressaltar o quanto é essencial esse tema vir a uma casa legislativa. "Este evento é muito especial, ao lado de pessoas que estão nas ruas para combater o crime. Essa conferência é muito importante porque reúne todas as equipes de polícia e exército e com as experiências aprendemos muito uns com os outros".

Maurício Freire, delegado de polícia da Divisão de Operações Especiais e um dos organizadores do evento, contou que dentre os casos apresentados estão o Caso Itamonte, do TAPE SP, bem como ocorrências com reféns localizados e com propósitos suicidas.

"Essa ligação entre a polícia de Miami e a de São Paulo é muito forte. É fundamental porque de 1988 para cá, diversas técnicas foram aperfeiçoadas, implementadas pelas polícias e também a criminalidade já usa métodos diferentes. Esse seminário une essas principais forças de operações de todo o Brasil e trocar essas informações e atualizações se torna essencial para que a população seja sempre muito bem atendida".