Seccional de polícia em Mauá é tema de reunião


12/07/2004 17:28


Da assessoria do deputado Donisete Braga

A instalação de uma Delegacia Seccional de Polícia Civil no município de Mauá foi o assunto principal de reunião ocorrida nesta segunda feira, 12/7, em São Paulo, entre o deputado estadual Donisete Braga(PT), o secretário de Assuntos Jurídicos da prefeitura de Mauá, Pedro Lovato, e o secretário adjunto de Segurança Pública do Estado, Marcelo Martins.

Donisete e Lovato apresentaram argumentos que demonstram a importância do órgão para a região, como a necessidade de maior fiscalização policial sobre o transporte de carga pesada que passa pelo ABC em direção ao Litoral e ao Porto de Santos. O deputado e o secretário de Mauá vão se encontrar agora com o secretário da Administração Penitenciária, Nagashi Furukawa, para tratar desse e de outros temas correlatos.

O deputado disse, ainda, que a prefeitura quer construir uma praça na região central da cidade, no local em que durante muitos anos funcionou a cadeia pública. "Levamos a proposta de permuta. O Estado poderia escolher uma área para a construção do distrito policial."

Facilidades

Segundo Donisete Braga, a prefeitura de Mauá vem oferecendo facilidades para a instalação da seccional na cidade, dada a sua importância. Ele coordenou um movimento que resultou na elaboração de um documento conjunto da bancada de deputados que representa o ABC e dos prefeitos de Mauá, Oswaldo Dias, de Ribeirão Pires, Maria Inês, e de Rio Grande da Serra, Ramon Velasquez, cobrando da Casa Civil e da Secretaria de Segurança Pública a antiga reivindicação dos três municípios. O deputado também enviou Indicação ao governador Geraldo Alckmin. Com a Seccional viriam o Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (GARRA) e a Delegacia de Investigação sobre Entorpecente (DISE).

"Estamos somando forças e mostrando ao governo que a ausência desse órgão vem penalizando mais de 500 mil moradores", disse Donizete. Antiga reivindicação de diversas entidades, autoridades e da população, a Seccional de Polícia seria instalada em Mauá, município de quase 400 mil habitantes e com importância administrativa e geopolítica reconhecida por todos. "Mauá está entre as 15 maiores arrecadações de ICMS do Estado e é sede de um dos maiores pólos petroquímicos do país," completa o parlamentar, acrescentando que a região será ainda beneficiada com a construção do trecho sul do Rodoanel.

Reforço

Os prefeitos e a bancada do ABC explicam nos documentos enviados ao governo que "lamentavelmente, os Distritos Policiais de Mauá, Rio Grande da Serra e Ribeirão Pires permanecem vinculados à Seccional de Santo André, obrigando o deslocamento dos moradores até essa cidade para a realização de exames nos Instituto Médico Legal e de Criminalística".

Além disso, enfatizam que a Seccional significaria reforço na segurança da população, com o aumento do efetivo e a criação de órgãos especializados no combate ao crime. Viabilizaria também a instalação do Instituto Médico Legal em Mauá, cujo espaço físico já se encontra à disposição do Estado."Já vivemos uma experiência de integração no atendimento aos 3 municípios desde a implantação do 30º Batalhão da Polícia Militar; agora esperamos concretizar a Seccional de Polícia Civil", finalizou Donisete Braga.

dpbraga@al.sp.gov.br