Assembléia possui documentos que testemunham criação do município de Coroados


21/02/2005 18:39


Divisão de Acervo Histórico

Os moradores do então Distrito de Paz de Coroados, criado pela Lei nº 2.117, de 30 de Dezembro de 1925, e pertencente à Cidade de Birigüi e integrante da Comarca de Penápolis, dirigiram uma petição à Câmara dos Deputados do Congresso Legislativo do Estado de São Paulo solicitando sua transformação em município.

Encaminhada a representação à Comissão de Estatística, Divisão Civil e Judiciária da Câmara dirigiu requerimentos de informação ao Juiz de Direito de Penápolis, à Câmara Municipal de Birigüi e ao juiz de Paz de Coroados sobre a população de Coroados, sobre a renda aí arrecadada, sobre a existência na localidade de edifícios adequados ao funcionamento da administração e de cadeia bem como da existência duas escolas, sobre a existência de condições de salubridade e sobre as divisas propostas para a nova cidade.

Todos estes quesitos eram exigências legais e foram plenamente satisfeitos nas respostas enviadas. Isto fez com que a Comissão apresentasse o Projeto de Lei nº 99, em 15 de dezembro de 1928. Tramitando em tempo recorde, transformou-se na Lei nº 2.339, de 28 de Dezembro de 1928.

Entre a documentação anexada ao Projeto de Lei nº 99, de 1928, está esta foto de dois estabelecimentos comerciais, uma alfaiataria e um açougue, de Coroados.

Esta imagem integra um conjunto de centenas de milhares de documentos, cobrindo o período de 1819 a 1947 preservados na Divisão de Acervo Histórico, já digitalizados e abertos à consulta pública.

Para melhor atender à crescente demanda de pesquisadores e interessados, desde 1º de fevereiro de 2005 o Acervo Histórico da Assembléia Legislativa de São Paulo dispõe de novo horário de atendimento ao público: das 9 às 19 horas, de segunda a sexta-feira.

acervo@al.sp.gov.br