Memória de Santo Dias

PLENÁRIO
29/10/2004 17:51


Símbolo da luta contra a ditadura militar, a memória do líder metalúrgico Santo Dias da Silva, morto no dia 30 de outubro de 1979, foi lembrada em plenário pelo deputado Renato Simões (PT). "Santo foi morto no momento em que se esperava a anistia, em que se esperava que as mortes acabassem", disse Simões. Segundo o deputado,além de fazer oposição ao rumo que tomava a diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos na época, quando militava no movimento operário, Santo Dias também foi líder de comunidades eclesiásticas da Zona Sul. O deputado convidou a população a participar de um ato público em frente à fábrica Silvania, local onde Dias foi morto, em Santo Amaro. O encontro acontecerá as 14h e, depois, haverá uma caminhada até o Cemitério Campo Grande, onde será realizado culto em frente ao túmulo de Santo Dias da Silva.