CPI ouve nesta quarta-feira vice-presidente do Unibanco

Deputados aprovaram em reunião anterior a condução coercitiva de Adalberto Schettert
25/09/2001 14:50


DA ASSESSORIA

A CPI das Financeiras, presidida pelo deputado estadual Claury Alves da Silva (PTB), ouvirá nesta quarta-feira o vice-presidente administrativo do Unibanco, Adalberto de Moraes Schettert. Em primeira convocação, o banqueiro solicitou prorrogação de prazo e, em segundo chamado, faltou ao depoimento. Schettert alegou mal súbito para não comparecer à reunião da CPI na semana passada. Caso não compareça, o banqueiro deverá ser conduzido coercitivamente para depor, conforme deliberação dos deputados.

Denúncia apresentada pelo financista Roberto Vieira Machado foi o motivo da convocação do vice-presidente do Unibanco. Conforme depoimento à CPI, Machado emprestou do Unibanco R$ 200 mil para a compra de um apartamento, pagou R$ 700 mil ao longo de 9 anos e ainda deve R$ 700 mil.

A reunião será realizada no plenário D. Pedro I da Assembléia Legislativa, a partir das 14 h.