Olhos abertos

PLENÁRIO
21/10/2004 17:00


O deputado Souza Santos (PL) elogiou o novo programa de inclusão digital a ser apresentado pelo governo federal, mas apontou a necessidade de fiscalização para que a verba - um milhão de computadores conectados à Internet com baixo custo e financiamento - seja de fato destinada aos menos favorecidos. "O programa não pode ser como o Bolsa Família, em que o dinheiro destinado para uma coisa é usado em outra", disse Santos. "É preciso mais fiscalização para que possa haver então um compromisso em relação ao dinheiro público na hora de investir em computadores conectados".