Parlamentar apoia restrição de venda de aparelhos que desbloqueiam celulares


08/05/2015 15:50 | Da assessoria da 2ª secretaria

Compartilhar:

Alexandre de Moraes e Edmir Chedid<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-05-2015/fg170076.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

O 2.º secretário do Poder Legislativo, deputado Edmir Chedid (DEM), apoiou a iniciativa do governo do Estado em relação ao Projeto de Lei 46/2015, que restringe a venda de aparelhos capazes de alterar ou desbloquear o número de identificação de telefones celulares. O projeto foi sancionado nesta semana pelo governador Geraldo Alckmin.

"A partir de agora, os estabelecimentos que quiserem comercializar esse tipo de aparelho devem obter uma autorização do Departamento de Capturas e Delegacias Especializadas (Decade), da Polícia Civil. Este cadastro contribuirá para que não haja ação criminosa ou estímulo ao roubo e furto de telefone celular", disse Edmir Chedid.

O parlamentar explicou que os estabelecimentos que descumprirem a Lei terão sua inscrição estadual cancelada e o estoque irregular apreendido. Os sócios do estabelecimento também poderão, por cinco anos, ser impedidos de exercer esse ramo de atividade e proibidos de solicitar inscrição de abertura de empresa similar aos órgãos públicos reguladores.

"Esta iniciativa teve início em fevereiro deste ano, época em que o secretário da Segurança Pública, Alexandre de Moraes, se reuniu com as principais operadoras de telefonia e criou uma resolução determinando que o Departamento de Inteligência (Dipol) solicite o bloqueio de celulares roubados e furtados no prazo de até 12 horas", completou.

echedid@al.sp.gov.br