Escolas da capital abrem matrículas para jovens e adultos


30/01/2019 16:32 | Programação | Ines Jordana

Compartilhar:

Imagem ilustrativa (fonte: Pxhere)<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-01-2019/fg229683.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

Trazendo oportunidades para jovens acima de 15 anos e adultos que não tiveram acesso ou não concluíram o ensino médio, a rede municipal de ensino (RME) está com as matrículas abertas para as turmas de Educação de Jovens e Adultos (EJA), com 204 unidades espalhadas por todas as regiões de São Paulo.

Para a realizar a matrícula, os interessados devem comparecer às unidades com documento de identidade, comprovante de endereço e duas fotos 3x4. As aulas iniciam-se no dia 4/2, mas a inscrição pode ser feita ao longo do ano.

Se o aluno não concluiu o ensino fundamental, a EJA permite continuar de onde parou. Para isso, é necessário apresentar na unidade escolhida o histórico escolar ou um documento comprobatório, e realizar uma prova de classificação.

Como funciona a EJA?

A Educação de Jovens e Adultos é dividida nas modalidades regular e modular, e pode ser cursada em escolas municipais de ensino fundamental (EMEF) ou fundamental e médio (EMEFM). O curso é presencial e dura quatro anos.

A EJA regular é cursada cinco vezes por semana, com quatro horas por noite. Nesse sistema a formação é dividida em alfabetização, básica, complementar e final, em um total de 200 dias letivos.

A EJA modular apresenta uma adequação dos componentes curriculares obrigatórios. O curso é dividido em quatro módulos independentes e não sequenciais, realizados cinco vezes por semana, por duas horas. O sistema ainda oferece atividades optativas de enriquecimento curricular, com duração de uma hora e meia.

Além dessas duas modalidades, jovens e adultos podem optar pelos Centros Integrados de Educação de Jovens e Adultos (Cieja), que são instituições credenciadas pelo Conselho de Educação para ministrar os cursos da EJA. Para os que optarem por esse sistema, os encontros acontecerão cinco vezes por semana, durante duas horas e quinze minutos. O curso divide-se em quatro módulos, ao longo de um ano, e oferece atendimento pela manhã, tarde e noite.