Documentos do Museu da Imigração podem ser acessados pela internet


09/04/2019 20:25 | História | Laysla Jacob

Compartilhar:

Museu da imigração (fonte: www.museudaimigracao.org.br)<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-04-2019/fg232559.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

Milhares de documentos referentes a processos de imigração podem ser consultados por meio do acervo digitalizado do Museu da Imigração. São mais de 250 mil imagens disponibilizadas para o público, as quais permitem visualizar e também baixar o conteúdo. Por meio desses registros, é possível resgatar não somente o passado paulista, mas também a história do Brasil.

O projeto Memória da Imigração agrupa documentos do Museu da Imigração e do Arquivo Público do Estado de São Paulo. O trabalho teve início em 2011 e, a partir de então, os documentos foram organizados e digitalizados. As imagens também receberam tratamento digital.

O acervo disponibiliza diferentes tipos de materiais. Estão entre eles cartas de chamada, registros de matrícula, itens cartográficos, itens iconográficos, requerimentos, jornais e também listas com os nomes dos imigrantes que desembarcaram no porto de Santos.

É possível pesquisar utilizando diferentes parâmetros. A ferramenta é um recurso de busca tanto para quem tem curiosidade pelo passado, quanto para aqueles que buscam saber mais sobre sua história familiar.

Tipos de documento

Aproximadamente 32 mil peças do acervo são cartas de chamada. Esse documento garantia que o imigrante receberia auxílio no país, facilitando sua entrada.

Os registros de matrícula mostram a passagem do imigrante pela hospedaria. Pelo sobrenome, é possível encontrar diversas informações referentes àqueles que chegaram. Idade, familiares e data de entrada no país são algumas delas.

Os registros carto­gráficos mostram mapas e plantas dos diversos lugares onde os imigrantes viviam. Loteamentos, fazendas e edificações estão em mais de 2,8 mil arquivos.

O acervo iconográfico possui cerca de oito mil documentos. Dentre eles, fotos, cartões postais e retratos. As fotos também podem ser buscadas por meio de palavras-chave.

Também é possível encontrar as relações de nomes dos imigrantes que desembarcaram em Santos, entre 1888 e 1965. Além dos nomes, encontram-se nessas fichas diversas informações sobre os

recém-chegados.

Para consultar os documentos oferecidos por meio do acervo digital, acesse: http://www.inci.org.br/acervodigital