Deputados discursam no segundo dia de sessão presencial na Alesp


05/08/2020 19:05 | Plenário | Mauricia Figueira - Fotos: José Antonio Teixeira

Plenário Juscelino Kubitschek<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-08-2020/fg252298.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

O segundo dia de sessão presencial na Assembleia Legislativa, na tarde desta quarta-feira (5/8), foi marcado por debates sobre projetos em andamento e repercussão de notícias, como a explosão ocorrida no Líbano.

Encontra-se em discussão na Alesp o Projeto de Lei Complementar 31/2019, de autoria de diversos deputados, entre eles Frederico d'Avila (PSL), que propõe a extinção da Ouvidoria das polícias do Estado. Janaina Paschoal (PSL) considera que o projeto precisa ser discutido amplamente com a sociedade e autoridades policiais, por isso propôs a convocação de uma audiência pública para tratar do tema. "Vejo menos como um debate que leva à extinção, e mais como um debate que leva à democratização de uma determinada instituição", afirmou a parlamentar. A audiência será realizada no próximo dia 24, às nove horas.

Esclarecimentos de discursos e notícias foram assunto das duas próximas oradoras. Carla Morando (PSDB) afirmou: "Ontem, na tribuna, foi dito que a prefeitura de São Bernardo do Campo estaria acabando com o Corpo de Bombeiros da Avenida Kennedy. Isso não é verdade". Já Valeria Bolsonaro (PSL) reclamou que notícia veiculada na televisão no último fim de semana "transformou pessoas normais em verdadeiros bandidos", ao ligar um assessor do deputado Eduardo Bolsonaro à divulgação de fake news.

A explosão ocorrida no Líbano foi lamentada pelo Coronel Telhada (PP). "Quero saudar a comunidade libanesa e me solidarizar pela calamidade que aconteceu ontem". Telhada reiterou sua posição favorável ao encerramento do estado de calamidade no Estado. "Chega de gastos sem transparência e controle".

Presidiram a sessão os deputados Coronel Telhada, Douglas Garcia (sem partido) e Gil Diniz (sem partido).