CPI da Exploração Sexual Infanto-Juvenil elege presidente


06/12/2018 12:45 | Atividade Parlamentar | Da assessoria do deputado Paulo Corrêa Jr


A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investigará a exploração sexual infanto-juvenil elegeu o deputado Paulo Correa Jr como presidente. A eleição ocorreu na quarta-feira (4/12), na Alesp. Além disso, a deputada Maria Lucia Amary foi eleita vice-presidente, e o deputado Ed Thomas escolhido como relator.

No primeiro encontro dos membros da comissão foi acordado que especialistas serão chamados para reuniões da CPI, com o objetivo de explicar melhor o assunto e mostrar quais são as origens desse problema.

"Conseguimos eleger a mesa da CPI, agora é começar a trabalhar efetivamente. Quero trazer especialistas no assunto e também levar a comissão aos lugares onde o problema acontece. Não trataremos dessa questão apenas nessa sala, o objetivo é ser itinerante", afirmou o presidente.

Correa Jr viabilizou essa CPI após participar do fórum "A Exploração Sexual Infanto-juvenil - esconde medo, seja a voz daqueles que não podem falar", que aconteceu na Universidade Santa Cecília (Unisanta) no dia 26/2, e foi um reflexo da série de reportagens do Diário do Litoral intitulada Meninas do Centro, realizada em 2017.

Além disso, o deputado apresentou o Projeto de Lei 92/2018, que autoriza o governo do estado a criar um serviço de disque denúncia de abuso ou exploração sexual de crianças e adolescentes.