Compra direta da agricultura familiar para alimentação escolar


15/05/2019 12:50 | Atividade Parlamentar | Da assessoria do deputado Paulo Fiorilo

Paulo Fiorilo (à dir.)<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-05-2019/fg234144.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

O deputado Paulo Fiorilo esteve em audiência com o secretário estadual de Educação, Rossieli Soares, na segunda-feira (13/5). Na pauta, os problemas de infraestrutura das escolas da rede, o aumento de casos de vulnerabilidade emocional entre os estudantes, propostas para o plano de carreira dos profissionais da educação e as perspectivas da secretaria para a compra de alimentos da agricultura familiar.

O deputado relatou problemas de manutenção nas escolas que visitou e ouviu do secretário que há um plano para recuperação emergencial de 1.348 escolas com "problemas crônicos". Em relação ao crescente número de suicídios e automutilação entre jovens, Fiorilo apresentou ao secretário a iniciativa de seu projeto de lei, que cria o Conselho de Mediação de Conflitos.

Embora tenha apresentado dados de 12 mil professores na rede em condições de se aposentar e uma crescente procura pela inatividade diante da proposta de desmonte da previdência, Rossieli informou que não há concurso previsto por ora. Um importante encaminhamento da reunião ficou por conta da compra de alimentos da agricultura familiar para o cardápio da alimentação escolar. "Em que pese o secretário apontar que a Secretaria de Educação já compra banana do Vale do Ribeira, região com pior IDH do estado, é fundamental estreitar as políticas transversais envolvendo educação, agricultura e desenvolvimento regional", avaliou Fiorilo.