Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo cria Frente Parlamentar em Defesa da Sabesp

Companhia de saneamento estadual é responsável pela coleta e tratamento de esgoto em 375 municípios paulistas
16/11/2021 16:05 | Frente Parlamentar | Lucas Cheiddi - foto: governo do Estado de São Paulo

Compartilhar:

Estação de tratamento de esgoto de Barueri <a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-11-2021/fg278212.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a> Deputado Campos Machado<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-11-2021/fg278213.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

A Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo criou uma nova Frente Parlamentar em Defesa da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo). O pedido foi feito pelo deputado Campos Machado (Avante) e acatado pelo presidente da Casa, deputado Carlão Pignatari.

A frente vai lutar contra a privatização da Sabesp, pretendida pelo governo, segundo a assessoria do parlamentar. O objetivo é desenvolver um ciclo de palestras, audiências públicas e sessões de estudos que envolva toda a sociedade paulista em importantes discussões sobre o tema.

"A Sabesp é um patrimônio do povo paulista e tem, ao longo da sua história, prestado um serviço primoroso, graças ao qual, mesmo nos períodos mais difíceis de crise hídrica, como em 2014, não faltou água nas torneiras para atender a população. Não consigo admitir a privatização ou a internacionalização de um setor tão estratégico e importante", disse Campos Machado, por meio de nota.

Uma frente parlamentar é a associação de deputados, inclusive de diferentes partidos, para promover discussões e o aprimoramento da legislação e de políticas públicas em conjunto com outros órgãos públicos e com a sociedade civil.

A Frente Parlamentar em Defesa da Sabesp já conta com 26 deputados apoiadores. São eles: Agente Federal Danilo Balas (PSL), Alex de Madureira (PSD), Conte Lopes (PP), Coronel Nishikawa (PSL), Delegada Graciela (PL), Delegado Olim (PP), Dr. Jorge do Carmo (PT), Edson Giriboni (PV), Enio Tatto (PT), Gil Diniz (sem partido), José Américo (PT), Leci Brandão (PCdoB), Leticia Aguiar (PSL), Luiz Fernando T. Ferreira (PT), Major Mecca (PSL), Márcia Lia (PT), Marta Costa (PSD), Maurici (PT), Paulo Fiorilo (PT), Professor Walter Vicioni (MDB), Professora Bebel (PT), Ricardo Madalena (PL), Sebastião Santos (Republicanos), Tenente Nascimento (PP), Teonilio Barba (PT) e Valeria Bolsonaro (PRTB).

Esse número ainda pode ser alterado, já que o colegiado pode sofrer mudanças mesmo após os trabalhos serem oficialmente instituídos.

Sabesp

A Sabesp é responsável pelo fornecimento de água e coleta e tratamento de esgoto de 375 municípios paulistas. São 8,5 milhões de ligações de esgotos cadastradas; 576 estações de tratamento de esgoto e 57,3 mil quilômetros de redes coletoras de esgoto.

Quando o assunto é água, a companhia tem 10,1 milhões de ligações cadastradas; 251 estações de tratamento; 2.547 reservatórios; 1.169 poços; 16 centrais de controle sanitário; 81,1 mil quilômetros de redes de distribuição e capacidade de 3,5 bilhões de litros de água em reservatórios de armazenamento.

Todos os dados foram extraídos do site oficial da Sabesp.