5 de setembro é o Dia da Amazônia


05/09/2019 20:12 | Celebração | Fabio Donato

Portal turismo.gov.br<a style='float:right' href='https://www3.al.sp.gov.br/repositorio/noticia/N-09-2019/fg239440.jpg' target=_blank><img src='/_img/material-file-download-white.png' width='14px' alt='Clique para baixar a imagem'></a>

Cinco milhões e meio de quilômetros quadrados. Nove países. A maior bacia hidrográfica do mundo. 2.500 espécies de árvores. O maior bioma do Brasil. Mais de 400 mamíferos. Fonte de matérias-primas para a medicina mundial. A floresta Amazônica ocupa 60% do território do Brasil, onde abrange os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Roraima, Rondônia e Tocantins.

A Amazônia tem centenas de adjetivos, milhares de funções, milhões de utilidades e ultimamente tem recebido horas e horas de atenção. O mundo volta seus olhos para a proteção e preservação da área e da biodiversidade da floresta, ameaçada pelas queimadas, que destroem diariamente centenas de quilômetros por dia dessa riqueza.

Segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), de janeiro a agosto deste ano foram 46.825 focos de incêndio na Amazônia, mais que o dobro do número registrado no mesmo período do ano passado: foram 22.165 focos de incêndio nos oito primeiros meses de 2018.

Para o deputado Adalberto Freitas (PSL), há tempos que a Amazônia sofre com desmatamento e queimadas, em razão de desmandos de governos anteriores. "Existem países com interesses obscuros na nossa Amazônia. Há muito tempo não é feito um controle sobre entidades que acessam o local. Hoje a tecnologia nos ajuda a saber o que está acontecendo, a população pode acompanhar o que acontece na Amazônia em tempo real, cada dia que passa temos notícias no mundo todo. A responsabilidade é muito grande e tem que ser cuidado. Tenho certeza que o presidente Jair Bolsonaro e o ministro Salles vão fazer um grande trabalho para nós e para o mundo", declarou o parlamentar.

Alguns dados curiosos sobre a Amazônia: se fosse um país, a Amazônia seria o sexto maior do mundo em território. A área da Amazônia abrange 775 municípios. A região amazônica abriga cerca de 20 milhões de habitantes. Cientistas estimam que 20% do oxigênio do mundo é produzido pela Amazônia. O rio Amazonas só perde para o rio Nilo em extensão: 6.400km, a mesma distância entre o centro do Brasil e o centro do México.

A deputada Mônica da Bancada Ativista (PSOL) destacou a importância da defesa da Amazônia e dos povos originários. "O dia da Amazônia é de extrema importância diante da necessidade de preservação dos territórios, animais e povos originários que habitam esse ecossistema tão importante para o equilíbrio climático mundial e que hoje é alvo do descanso do Estado e da exploração das grandes empresas que veem a Amazônia apenas como fonte de lucro", declarou.

O último Censo do IBGE registrou cerca de 306 mil índios vivendo na Amazônia. A tendência é que o número tenha diminuído, visto que o último dado é de 2010 e as tribos ao redor do país tenham cada vez menos representatividade.

O deputado Carlos Cezar (PSB) é autor do Projeto de Lei 454/2015, que dispõe sobre a disciplina de educação ambiental nas escolas da rede pública. O parlamentar opinou a respeito da situação da Amazônia: "O Brasil se tornou tema global graças às queimadas na floresta amazônica. Nosso país ocupa as manchetes mundo afora como se aqui não houvesse uma preocupação em preservar as florestas e a biodiversidade. O que não é verdade. Nós temos leis que tratam disso e esse projeto pode contribuir com a proteção da nossa floresta amazônica, com a nossa biodiversidade e a preocupação com o reflorestamento", alertou.