Conselho Estadual Parlamentar de Comunidades de Raízes e Culturas Estrangeiras

Informações : conscre@al.sp.gov.br

O CONSCRE é um Conselho de Comunidades, de natureza permanente e deliberativa no âmbito de suas competências, criado pela Mesa da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, através da RESOLUÇÃO Nº 817, DE 22 DE NOVEMBRO DE 2001 e tem como objetivo a integração, socialização e amparo ordenado dos trabalhos comunitários das diversas comunidades descendentes de estrangeiros, residindo no Estado de São Paulo.


Legislação


Diretoria

  • PRESIDENTE: GABRIEL SAYEGH – comunidade árabe
  • 1º Vice-Presidente: TERUCO ARAKI KAMITSUJI - comunidade japonesa
  • 2º Vice-Presidente: MARINA H. M. TIKAZAWA – comunidade japonesa
  • 3º Vice-Presidente: SERGIO SERBER – comunidade judaica
  • 1º SECRETÁRIO: IVAN PRADO JR. – comunidade russa
  • 2ª SECRETÁRIA: CLAUDIA LOPES KAKOURIS – comunidade grega
  • 1º TESOUREIRO: SERGIO SERBER – comunidade judaica
  • 2º TESOUREIRO: THOMAS GODWIN WALKER – comunidade alemã
  • DIRETOR CULTURAL: RICARDO MAGALHÃES – comunidade portuguesa
  • DIRETOR DE COMUNICAÇÃO: ARCHAVIR MÁRIO DONELI – comunidade armênia

O que é o CONSCRE?

O CONSELHO ESTADUAL PARLAMENTAR DAS COMUNIDADES DE RAÍZES E CULTURAS ESTRANGEIRAS, é uma entidade criada por meio da Resolução nº 817 de 22 de novembro de 2001 pela Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, numa iniciativa pioneira que tem o intuito de integrar as comunidades estrangeiras de diversas origens e etnias residentes no Estado de São Paulo.

O conselho, cujo grande idealizador foi o então Presidente da Assembleia Legislativa, Deputado Walter Feldman, foi criado com o claro objetivo de integrar, socializar e amparar organizadamente os trabalhos comunitários de diversas nacionalidades residentes no estado de São Paulo, permitindo uma integração maior com os órgãos públicos. Hoje, o Conselho conta com o apoio de mais de 20 comunidades estrangeiras, entre os quais, contamos com a participação ativa das comunidades árabe, alemã, armênia, búlgaros da Bessarábia, coreana, chilena, chinesa, colombiana, escandinava, grega, húngara, italiana, indiana, japonesa, judaica, letônia, moldova, afro-descendentes, peruana, paraguaia, portuguesa, russa, uruguaia, búlgaros da Bessarábia, entre outros povos.

As diretrizes básicas e os pilares de sustentação de nossa entidade são buscar o apoio e integração comunitária de toda a sociedade, de raízes e culturas estrangeiras, sem qualquer exceção ou distinção, visando preservar as nossas origens e desenvolver e integrar mais as comunidades, de forma pacífica, com o apoio de todas as camadas sociais, políticas ou econômicas, criando soluções práticas e ideais para a melhoria da qualidade de vida de todos os cidadãos residentes no estado de São Paulo e do país.

Apesar dos diversos acontecimentos mundiais que tem abalado estruturalmente diversos povos, com atos e violências desnecessárias e torpes, o Brasil, principalmente São Paulo e, os diversos povos que residem aqui, temos orgulho de dizer que a integração comunitária é harmoniosa e pacífica, pois não existem inimigos sociais, políticos ou religiosos. Todos somos irmãos, vizinhos e amigos, temos harmonia de convivência pacifica entre judeus, árabes, coreanos, japoneses, chineses, portugueses, italianos, negros, brancos, amarelos, pardos, católicos, protestantes, budistas, ou qualquer outro tipo cor, raça, origem religiosa, crença social, origem político partidária.

Para celebrar a união dos povos, como ato inaugural, foi criado o Memorial do Estrangeiro, dentro da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, onde existiu uma rica gama de obras de diversas nacionalidades, obras estas doadas diretamente pelos governos ou pelas comunidades que residem no Brasil, inclusive de artistas renomados internacionalmente. O Memorial está sendo reestruturado, por ocasião da obra do novo anexo do Palácio Nove de Julho.

Os trabalhos do CONSCRE não param, buscamos almejar o alcance global de nosso projeto, ajudar os próximos pacificamente, buscar o diálogo antes da violência. O nosso trabalho é glorificado com a adesão incondicional de várias outras comunidades, autoridades públicas, entidades de todo o Brasil.


Comissão de Ação Social

O CONSCRE sempre esteve envolvido, especialmente através das senhoras das comunidades, em ações sociais quer envolvam crianças, como no caso da UNIBES (comunidade judaica/com cursos profissionalizantes para adolescentes), idosos, como no caso da Casa dos Idosos da Comunidade Húngara ou d´A Mão Branca (comunidade árabe-sírio/libanesa, que está implantando o serviço de daycare para os seus idosos) ou enfermos, como no caso de diversos hospitais em São Paulo, muitos deles afamados mundialmente. As comunidades maiores, mais antigas ou mais ricas muito tem a ensinar em matéria de know-how às comunidades menores, mais novas ou com menor poder aquisitivo. E as mais novas ou menores, com seus mecanismos de serviço e atendimento ainda em implantação, também têem a ensinar sobre criatividade, força de vontade e luta. Visitas são programadas a esses estabelecimentos e todos saem ganhando com a troca de experiência. A presidenta da Comissão de Ação Social do Conscre é a senhora Anita Schuartz, representante da comunidade judaica.

Atos públicos também são uma atividade da qual o CONSCRE participa e um dos melhores exemplos foi o Ato Público "Encontro dos Povos Latinos" no dia 06/10/2005, no Auditório Franco Montoro do Palácio Nove de Julho, quando o CONSCRE e a Assembleia Legislativa foram apresentados como mais um espaço de defesa dos Direitos dos Imigrantes. Outro grande momento foi o "Movimento pelo Respeito e Valorização da Diversidade", movimento lançado no Auditório Franco Montoro da Assembleia Legislativa, com participação ativa de Oriana Jara Maculet (comunidade chilena) e outros integrantes do Conscre.

O CONSCRE também foi recebido no Palácio do Governo do Estado, por D. Lu Alkimin, Presidente do Fundo Social de Solidariedade, através do qual o CONSCRE conseguiu para a Casa do Migrante uma padaria artesanal, um dos projetos daquele Fundo Social. Na foto, além de outros conselheiros, três dos presidentes do CONSCRE, a saber: Thomas Choi, Rezkalla Tuma ao lado de D. Lu e o então presidente, Sergio Serber, à direita. A visita foi realizada no dia 10 de março de 2003 e a padaria continua em pleno funcionamento.


A comunidade informa que a padaria artesanal é um sucesso.
 

Eventos e Atividades

Tizuka Yamazaki cineasta, diretora e produtora

Desde a sua fundação, o CONSCRE tem participado ativamente da vida cultural e social da cidade de São Paulo, seja através de seus festivais de canto e dança, realizados com grande sucesso de público na esplanada da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, seja através de seminários realizados com enorme sucesso, tais como "Educação da Diversidade para a Diversidade", realizado em novembro de 2004 e junho de 2005, numa parceria do CONSCRE com o Senac São Paulo, para educadores, gestores sociais e pessoas sensibilizadas com a temática.

Dentre os que participaram da iniciativa, professores, antropólogos e políticos, tais como Claudia Costin, Secretária da Cultura do Estado de São Paulo e a cineasta Tizuka Yamazaki, num dos painéis, com o tema "Gaijin, somos nossas lembranças".


Seminários

O seminário O Brasil da Diversidade Cultural; Empreendedores Sociais e Resgate das Raízes realizou-se no dia 10 de outubro de 2003, no auditório do Senac da Dr. Vila Nova. Participaram daquele evento 285 pessoas.

O mito do respeito à diversidade no Brasil foi o tema do III Seminário "Educação para a Diversidade", promovido pelo Senac São Paulo e pelo Conselho Estadual Parlamentar das Comunidades de Raízes e Culturas Estrangeiras (Conscre), no dia 10 de novembro de 2005. Os seminários são coordenados por Alberto Milkewitz e Anita Schuartz (comunidade judaica), e Oriana Maculet (comunidade chilena).

Diversidade, Desenvolvimento e Democracia foi o tema do Seminário "Educação para a Diversidade", promovido pelo Senac São Paulo e pelo Conselho Estadual Parlamentar das Comunidades de Raízes e Culturas Estrangeiras (Conscre), no dia 23 de novembro de 2006.


Festivais

Desde a sua fundação, o CONSCRE tem promovido o Festival de Canto e Dança, na esplanada da Assembleia Legislativa e em outros locais, com grande número de público. É uma festa gastronômica, aonde as comunidades têm a oportunidade de mostrar seu folclore e sua cultura de origem.


Fotos do 10 Festival e Canto e Dança, em 2002
As cores das comunidades japonesa e coreana

Projetos

O CONSCRE participou, durante todo o mês setembro de 2006, do PROJETO COEXISTENCE.