Alcides Amazonas (Renunciou)

Alcides Amazonas nasceu em 3 de outubro de 1962 em Cidade Gaúcha (PR), mas passou toda a vida na capital paulista. Foi cobrador e motorista e construiu sua vida política no meio sindical, ocupando a secretaria-geral do Sindicato dos Condutores de São Paulo e a diretoria da São Paulo Transportes (SPTrans). Reconhecido por diversos setores sociais devido à sua luta em defesa dos trabalhadores, Amazonas obteve, em 2010, mais de 27 mil votos na disputa para a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, o que lhe garantiu a primeira suplência. Passou a compor a Bancada do PCdoB na Alesp no dia 3 de janeiro de 2013. Amazonas também foi vereador entre 2001 e 2004. Na Câmara Municipal de São Paulo, fez um mandato a serviço do povo mais simples e apresentou importantes projetos em benefício dos trabalhadores. Entre as suas principais proposições está a Lei 13.207/01, que garantiu a manutenção dos cobradores nos ônibus, assegurando milhares de postos de emprego. Também é de sua autoria a Lei 13.542/03, que obriga as empresas de ônibus que atuam no sistema de transporte coletivo municipal a renovarem sua frota adquirindo veículos com motor traseiro, medida que beneficiou tanto os operadores quanto os usuários. Amazonas foi ainda relator dos projetos que criaram o Bilhete Único e a Secretaria Municipal de Segurança Urbana. Entre 2005 e 2012, Amazonas foi coordenador-geral do escritório da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) no estado de São Paulo. Liderou a força-tarefa de combate à adulteração de combustíveis, dando proteção aos consumidores, preservando o meio ambiente e garantindo a leal concorrência no mercado. Neste período, teve participação ativa no debate sobre a política energética do país, com destaque para a descoberta do pré-sal e a diversificação das matrizes de produção de energia.